Você vai se arrepender se não fizer isso

Uma vez eu li uma história, escrita por Martin Conroy, que é mais ou menos assim:

Há 25 anos, dois jovens se formaram na mesma faculdade.

Eles eram muito parecidos.

Os dois tinham notas acima da média…

Os dois eram simpáticos, agradáveis…

E, assim como todo jovem recém-formado, os dois tinham sonhos ambiciosos para o futuro…

Recentemente, os dois jovem voltaram à universidade para o reencontro de 25 anos de formados.

E eles continuavam muito parecidos…

Os dois estavam casados…

Os dois tinham 3 filhos….

E, acredite se quiser, os dois tinham ido trabalhar na mesma empresa depois de formados - e continuavam lá 25 anos depois.

Tinha só uma diferença.

Uma única diferença entre eles.

Um deles era o gerente de um pequeno departamento da empresa.

E o outro era o presidente.

O QUE FEZ A DIFERENÇA?

Você já se perguntou, como eu já me perguntei diversas vezes, o que causa esse tipo de diferença na vida das pessoas?

E o fato é o seguinte.

Eu acredito que não é inteligência…

Não é talento…

Não é dedicação…

Não é o fato de uma pessoa querer e a outra não.

Sinceramente, na minha opinião, o que faz a diferença é que existem pessoas razoáveis e existem pessoas irrazoáveis.

E, pela minha definição, uma pessoa razoável é aquela que deixa de seguir o próprio instinto, que deixa de dar pequenos passos em direção a um objetivo porque cria uma razão na cabeça que a impede de agir.

Por exemplo:

Para algumas pessoas é falta de tempo…

Outras por falta de dinheiro…

Outras por falta de aprovação da família, do marido, da mulher, dos filhos, dos amigos…

Outras é por medo…

Outras por incerteza absoluta que vai conseguir o resultado que deseja…

Só que, por outro lado, existem pessoas irrazoáveis…

Pessoas irrazoáveis são aquelas que dão pequenos passos na direção dos seus objetivos APESAR DE todas as razões estarem contra elas.

Apesar da falta de tempo…

Apesar da falta dinheiro…

Apesar da falta de aprovação…

Apesar do medo…

Apesar da incerteza absoluta de resultado…

Agora eu vou te contar um segredo:

As grandes diferenças que aconteceram no mundo foram feitas por pessoas irrazoáveis.

E eu tenho certeza que as pessoas que você admira são pessoas que praticam a irrazoabilidade.

Mas por que eu tô te contando isso?

Porque estamos caminhando para o fechamento da 3ª Turma do Treinamento Fórmula Futebol e Lucro.

Talvez você saiba, talvez não, mas o Treinamento Fórmula Futebol e Lucro é um programa completo de estudos, em que você vai poder sair do zero no Trading Esportivo e se tornar um Trader Profissional. 

O Treinamento combina uma metodologia de investimento exclusiva e eficiente, com o uso das melhores ferramentas que existem na atualidade.

Nesse exato momento você ainda tem uma chance de se matricular nessa terceira turma.

Mas essa janela de oportunidade está acabando.

E, acredite ou não, tudo o que você precisa é praticar a irrazoabilidade e dar um pequeno passo em direção ao seu objetivo.

Cá entre nós: eu sei que você quer alcançar os Lucros Consistentes no Trading Esportivo e Viver do Futebol.

Se você não quisesse, você provavelmente já teria se descadastrado da minha lista há muito tempo.

Mas os Lucros Consistentes no Trading Esportivo não é para todo mundo: ter lucro a longo prazo com o Trading Esportivo é para os irrazoáveis.

Pensa bem em todos os grandes saltos que você já deu na sua vida até hoje.

Será que ser irrazoável é um termo em comum entre eles?

A maioria das pessoas que eu converso dizem que sim.

E, para ter resultados irrazoáveis, você precisa praticar a irrazoabilidade.

Eu estou te dando essa oportunidade agora.

Então clique no link abaixo e faça a sua inscrição.

Veja como é fácil usar o Klickpages

Seja irrazoável, faça acontecer.

Forte abraço,
Trader Vieira

P.S.: Diz a lenda que uma das maiores dores das pessoas que estão no fim da vida é o arrependimento.

E eu acredito que é bem difícil encontrar alguém no fim da vida que se sente arrependido de ter sido irrazoável.

A maioria das pessoas se arrepende de não ter sido irrazoável o suficiente quando tiveram oportunidade.

Pense nisso.